Caminho das Rochas

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Ele sabia o futuro desde que aceitou o que teria que fazer. Essa era sua maior tortura.
Trabalhava arduamente no que devia fazer enquanto convivia com o que viria.
Tinha poucos amigos apesar de andar com muita gente.
Seus recursos financeiros praticamente não existiam. Tinha que andar e muito para ir aos lugares onde aprenderia e ensinaria.
Desde seu nascimento tudo era difícil, sua mãe foi guerreira sem igual e o pai enfrentou muito preconceito e zombaria.
Vida cheia de percalços e testes, quase nenhum amparo social, não estudou nas escolas que eram muito poucas e para poucos.
Seu tormento interno a ninguém podia revelar, preferia falar do amor de Deus em todas as situações, talvez esse fosse um fator para que tivesse poucos amigos. Deus tinha muitas regras e poucas coisas de liberdade...
Ele seguiu escolhendo a dedo quem seria louco de acompanhá-lo no sonho de provar que Deus queria e quer todos os homens iguais como os criou.
Criou um sistema no qual todos teriam o suficiente para suas necessidades, nem muito nem pouco, o suficiente. Queria todos preocupados com todos e com muito tempo para estarem juntos e felizes sem esquecer de agradecer a Deus.
Em seu sistema não havia nem haveria chefes ou comandados, patrões ou empregados, donos de mansões nem moradores de rua.
A comida era produzida por todos e comida por todos, assim sobraria mais tempo para o que seria mais importante que tudo; estarem juntos e rindo das dificuldades.
Seu peito foi ficando cada vez mais oprimido quando foi chegando o tempo de sua morte. Ele sabia exatamente como e quando morreria, o que o consolava era sentir que estava cumprindo o combinado com Deus.
Os poderosos queriam seu fim. Os religiosos queriam seu fim. Gente que nem o conhecia queria seu fim...
Ele, apesar de saber o desfecho de sua história, jamais disse qualquer coisa aos outros que mostrasse revolta, até aceitou o beijo de quem o traiu.
Quando desespero o atingiu, procurou um lugar onde ninguém o seguiria e se isolou para meditar. Chorou, sorriu, suou, teve fome, sede, ouviu sussurros que o tentaram a chutar tudo e desfrutar a vida sem se preocupar em cumprir a sina que estava escrita para ele.
Voltou ainda mais determinado, nada o desviaria do caminho que sabia seria doloroso mas necessário.
Reuniu seus escolhidos como amigos e aprendizes de seus ensinamentos que tanto contrariavam os religiosos e poderosos, repartiu a comida e a bebida pedindo que fizessem sempre dessa forma em sua homenagem. Falou aos corações daqueles homens e disse que o pai os amava como eram e que um deles seria a pedra fundamental da sua igreja embora fosse por três vezes negar ser seu amigo, perdoou de antemão ao traidor que comia em sua mesa e também disse que voltaria e eles o veriam.
Falou que eles deveriam espalhar ao mundo o que viram e viveram ao seu lado e que, no futuro creriam muito mais na sua mensagem do que naquele tempo em que caminhou entre eles.
Foi preso, torturado, humilhado e crucificado. Ninguém teve coragem de lutar por aquele que estava morrendo por todos, inclusive os que o odiaram.
Chorou, teve sede e fraquejou, pediu a Deus que, se possível, aquele cálice fosse afastado de si. Era muita dor pra um único ser...
Seu corpo e espírito sofriam o indizível.
Pediu ao Pai que se cumprisse a vontade Dele e assim foi. Morreu para ressuscitar e continuar entre nós para sempre.
Venceu mesmo parecendo ter perdido porque seguiu em frente confiando cegamente em Deus a despeito de tudo que viu e sentiu enquanto caminhava entre nós na carne.
Serão seus problemas, espinhos e sofrimentos maiores que os de Jesus Cristo?
Será que sua cruz é maior e mais pesada que a dele?
Será que Deus te abandonou e não te ouve?
Teria Deus abandonado Jesus?
Pare de achar que seus problemas são maiores do que são, siga em frente e deixe de ficar achando que você é o centro do universo.
O que você não pode e não deve fazer é ficar com pena de si mesmo e culpando Deus ou o mundo pelas situações que você procurou.
Sim, o verdadeiro culpado pelo seu sofrimento ou alegrias é somente você.
Deus te fez livre e capaz de tudo que desejar, tanto para o bem como para o mal.
Tudo e todos interagem na sua vida, mas quem comanda é você!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu cometário, ele é importante pra mim.
Assim que possível responderei
Obrigado por sua visita!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO